quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Fórum da Rede Memorial 2017

No segundo dia do CTCM 2017 tivemos o encontro das instituições da Rede Memorial. Com abordagem temática do compartilhamento e do acesso a Memória Digital do Estado de Pernambuco, como também apresentação do Projeto Rede Memorial de digitalização do acervo da TVU.


 

 


quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Convite

A Comissão Organizadora da IV Conferência sobre Tecnologia, Cultura e Memória convida toda comunidade cientifica para participar e prestigiar as atividades da conferência que ocorrerá em Recife, entre os dias 16 e 18 de Agosto de 2017, no Centro de Artes e Comunicação (CAC) da Universidade Federal de Pernambuco.
            O CTCM é uma conferência bianual organizada pelo Laboratório Liber (Laboratório de Tecnologias para o Conhecimento), o Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação e o Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Pernambuco.
Esse ano, considerando o potencial dos dados abertos e daqueles gerados pelas pesquisas, além dos desafios que a gestão deles impõe às pessoas e organizações, o enfoque temático da conferência será: Curadoria e Dados Abertos, buscando assim ampliar a discussão e incentivar instituições de pesquisa, organizações, gestores, investigadores, bibliotecários e equipes de Tecnologia da Informação a explorar seus papéis e responsabilidades nesse processo. Espera-se que os participantes observem, interajam e troquem conhecimentos e experiências durante o evento, sendo essa uma excelente oportunidade para reciclagem de conhecimentos, compartilhamento de experiências e para reforçar as redes de colaboração para o avanço dos processos de curadoria.
Venha participar e trazer sua contribuição aos debates.


Mais informações estão disponíveis no site:http://www.liber.ufpe.br/ctcm2017  ou entrando em contato conosco pelo e email: ctcm2017@gmail.com .


terça-feira, 4 de abril de 2017

Conselheiros de Cultura do CNPC irão ao MinC nesta quarta

Os Conselheiros de Cultura do CNPC irão ao MinC nesta quarta, em busca de explicações a respeito de inoperâncias do Ministério no que tange o Conselho Nacional de Política Cultural.

Após a tentativa de extinguir o Ministério da Cultura-MinC em 2016, impedida graças ao Movimento de Ocupação que aconteceu simultaneamente em todos os estados, parece que os pilares de sustentação do MinC estão sendo derrubados aos poucos.

Esse desmonte tem se evidenciado não apenas pela perseguição política e exoneração contra técnicos que acumulavam anos de experiência e de informações sobre as políticas nacionais, como também pelo grande desconhecimento da equipe atual a respeito de como gerir a estrutura das políticas culturais no país.

Está claro que a política cultural não é interesse do governo atual.

No presente momento, os espaços oficiais de participação da sociedade civil estão inoperantes, e o Ministério tem se negado a reestabelecer o diálogo. Segundo declarações oficiais e extra oficiais do Ministro Roberto Freire, este ano não haverá as reuniões do CNPC previstas no regimento, nem existe intenção de se realizar a Conferência Nacional de Cultura, que deveria acontecer ainda em 2017, e que já havia sido debatida com o Ministério durante as reuniões de colegiados que aconteceram em novembro do ano passado.

Como resposta a estes acontecimentos, os conselheiros e membros dos colegiados setoriais elaboraram um documento endereçado ao gabinete do Ministro no dia 31 de Março através do Gabinete do Deputado Chico D’Angelo, Presidente da Comissão de Cultura da Câmara. O documento pleiteia o cumprimento regimental das reuniões ordinárias do CNPC.

Passaram os 10 dias do protocolo da carta ao Ministro da Cultura e não houve nenhuma resposta. O Deputado Chico D'Ângelo informou que nessa próxima quarta-feira, 5 de abril, à 14:30h, o Ministro participará de uma audiência na Comissão de Cultura da Câmara, quando o Deputado cobrará formalmente a resposta à carta protocolada e pautou priorizar o tema CNPC nessa audiência.

Na oportunidade, também estão convidados todos os conselheiros sociedade civil em geral que estiverem em Brasília nesta data.

sexta-feira, 10 de março de 2017

I Semana Nacional de Arquivos


A primeira edição da I Semana Nacional de Arquivos já está com a sua agenda marcada para acontecer entre os dias 5 e 10 de junho.

O objetivo do evento é o de abrir os Arquivos para a Cultura e divulgar o trabalho desenvolvido nas Instituições Arquivísticas, Centros de Memória e Documentação de todo país.

A I Semana Nacional de Arquivos é promovido pelo Arquivo Nacional e a Fundação Casa de Rui Barbosa visando integrar os Arquivos em âmbito nacional, sendo fruto do Plano Setorial de Arquivos, aprovado no ano passado pelos Representantes da Setorial de Arquivo no CNPC.

Para participar, as instituições devem preencher a Ficha de Cadastro até o dia 15/05/2017, com os dados dos eventos culturais que pretendem realizar durante a I Semana Nacional de Arquivos na sua página na Internet:
http://semanadearquivos.arquivonacional.gov.br

As instituições terão autonomia para participar com quaisquer eventos de cunho acadêmico ou artístico-cultural, sejam eles eventos artísticos de tema livre, como:

  • Apresentações musicais, saraus de poesia ou encenações teatrais;
  • Palestras, seminários ou outros eventos científico-culturais, inclusive com a participação de técnicos das instituições;
  • Exposições ou outras apresentações referentes ou não ao acervo das instituições;
  • Eventos de outra natureza, resguardado o apelo cultural.

    Os representantes da Setorial de Arquivo do CNPC estão trabalhando para auxiliar os centros de documentação sobre o evento.
    Vamos fazer desta semana, um momento diferenciado com o objetivo de dar visibilidade cultural aos Centros de Documentação e Arquivos.

  • terça-feira, 25 de outubro de 2016

    CNA 2016 e o V Fórum da Rede Memorial

    No dia 20 de outubro de 2016, no Prédio da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, aconteceu o V Fórum da Rede Memorial no Congresso Nacional de Arquivologia - CNA . Os palestrantes convidados foram Adauto Soares da UNESCO e Fernanda Menezes do BNDES. Também estiveram presentes a Profª Graça Teixeira que falou da Rede Memorial na Bahia, O professor Marcos Galindo da  UFPE, Alvaro Malaguti da RNP e José Murilo do IBRAM. Além da reunião do Colegiado setorial que contou com a apresentação da palestra de Diego Barbosa.










    quinta-feira, 28 de julho de 2016

    Reunião discute a 1ª Semana Nacional dos Arquivos

    Dirigentes do Arquivo Nacional, da Fundação Casa de Rui Barbosa e representantes da Setorial de Arquivos do CNPC/MinC se reuniram na última terça (26/07) para debater um acordo de cooperação institucional cujo teor será a de promover ações conjuntas.

    Dentre as iniciativas acordadas, está a realização da 1ª Semana Nacional de Arquivos, que mobilizará instituições arquivísticas de todo o país, prevista para o 2017.

    Esta importante reunião é fruto do Plano Setorial de Arquivos do Conselho Nacional de Políticas Culturais - CNPC recém aprovado em Brasília-DF pelos seus membros na Reunião Ordinária ocorrida em maio de 2016.

    Conforme o Plano, deve-se "ampliar a divulgação de acervos arquivísticos, valorizando as expressões locais e intensificando o intercâmbio no território nacional".

    Para alcançar esse objetivo ficou estipulado que o Estado brasileiro deve criar a "Semana Nacional de Arquivos", semelhante a já tradicional Semana Nacional de Museus, com o intuito de dar visibilidade aos Centros de Documentações espalhados pelo Brasil.


    O diretor-geral do Arquivo Nacional José Ricardo Marques do Arquivo Nacional reunido com representantes do CNPC e da Fundação Casa Rui Barbosa.


    O diretor-geral, José Ricardo Marques, e os servidores Diego Barbosa e Elizabeth Brea se encontraram com o diretor executivo, Ricardo Calmon, e a chefe de Serviço de Arquivos, Lucia Veloso.

    terça-feira, 19 de julho de 2016

    XX Encontro Nacional dos Estudantes de Arquivologia - ENEARQ

    Desde sua primeira edição, no mês de setembro do ano de 1997, o Encontro Nacional de Arquivologia (ENEARQ), possui como objetivo fomentar e incentivar o desenvolvimento científico, social, artístico e cultural.

    Em sua XX edição entre os dias 11 à 15 de julho do ano vigente, o ENEARQ teve como temática: "A Arquivologia sem fronteiras: as interfaces da área".

    Tendo como Coordenadores Gerais Thayron Rangel, Raquel Melo e Rodolpho Guimarães e, com auxílio da Direção da Escola de Arquivologia, Anna Carla Mariz, o evento contou com uma consistente estrutura científica e social.

    Foram realizados, durante os cinco dias do evento, inúmeros eventos por toda a cidade do Rio de Janeiro e também pela cidade de Petrópolis, perpassando por arquivos públicos das três esferas (municipal, estadual e federal).

    Em sua programação científica, foram ofertadas 7 visitas técnicas e guiadas; 2 Grupos de Trabalho; 2 Grupos de Discussão; 14 oficinas e mini curso, com temáticas da área Arquivística como conservação, descrição, identificação, Paleografia, arquivos pessoais e, temáticas do campo social, como o Fórum Nacional das Associações de Arquivologia; Samba, Memória, Informação é Patrimônio e Gênero e Mercado de Trabalho.

    A Abertura do evento ocorreu no auditório do Arquivo Nacional, conotando uma importante faceta ante às novas práticas de gestão da instituição, ampliando o espaço para diálogo e discussão com o meio acadêmico.

    Contou com a participação de 300 inscritos entre discentes, docentes, profissionais e comissão organizadora, consolidando mais uma vez, a importância e cientificidade de vinte (20) anos de evento.

    Teve ainda como apoiadores a UNIRIO pelo Reitor Luiz Pedro San Gil Jutuca e o Vice Reitor Ricardo Cardoso e, pelas Pró Reitoras de Extensão e Cultura, Cláudia Aiub e de Assuntos Estudantis, Mônica Valle; da FAB; IBICT; PPGCI UFF; FCRB; MAST; MUSEU DA REPÚBLICA; AGCRJ; MHN; CRAC; AEERJ; ARQUIVO NACIONAL; MUSEU IMPERIAL e demais.

    A próxima edição do evento, será realizada na "Cidade Paraíso", na Universidade Estadual de João Pessoa - UEPB.

    terça-feira, 28 de junho de 2016

    Moção de Congratulações ao IFSudesteMG

    MOÇÃO DE CONGRATULAÇÃO

    Os representantes da sociedade civil no Colegiado Setorial de Arquivos do Conselho Nacional de Política Cultural gostariam de parabenizar o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sudeste de Minas Gerais pela iniciativa de criar o primeiro curso técnico de arquivo do país.

    Tal medida está em consonância com o Plano Nacional Setorial de Arquivos (2016-2026), aprovado em maio/2016, que prevê em sua meta 9, até 2025, a oferta de cursos técnicos de arquivo em pelo menos um estado de cada região geográfica, nos termos da Lei nº 6.546, de 4 de julho de 1978.

    Ademais, cabe ressaltar a importância da criação de cursos técnicos de arquivo para a ampliação do acesso à informação, para o combate à corrupção, para a promoção da cidadania e a para preservação da memória documental do país.

    Brasília, 22 de junho de 2016.

    Representante do colegiado no plenário do CNPC (suplente)
    Diego Barbosa da Silva